Não é só no futebol que o Brasil tem seu rei. Na tarde deste último domingo, Rivera conheceu a mais nova majestade brasileira. Tiago Pereira Braz de 23 anos só não fez mais pontos porque o regulamento assim não permitia. Ele simplesmente venceu todas as partidas disputadas despertando a atenção de todos que passavam pela avenida Sarandi em uma pizzaria localizada bem no centro da cidade uruguaia – neste último domingo dia 26 de março de 2006.

Com a organização do Bobby Fischer Xadrez Clube de Santana do Livramento em conjunto com o Sarandi Universitário – os melhores enxadristas riverences mediram forças com a delegação brasileira integrada por apenas três representantes. Só que um deles valeu por todos. Tanto isso é verdade que não foram poucas as pessoas que passeavam e tiveram suas atenções despertadas por aquele rapaz bem apessoado junto à vitrine bem junto à calçada – sisudo e franzindo as têmporas. Só que o maior público foi o feminino – principalmente o da faixa etária entre os 12 e 14 anos. Difícil foi saber se estavam ali pela novidade de verem um torneio de xadrez naquele badalado local ou pelo jogador. A verdade é que ninguém ficará sabendo, pois outros dois brasileiros disputavam esta condição de galã: o cinqüentenário Schubert Duvald e Rodrigo Rodrigues de 20 anos. Diante uma platéia entusiasta – entre gritos, aplausos e “suspiros” principalmente das meninas, o campeão recebeu o troféu do arquiteto Diego Pelaez, representando o clube uruguaio Sarandi Universitário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *